TO2 – POSTOS DE MEDIÇÃO SEM CONTACTO DA SATURAÇÃO DE OXIGÉNIO E TEMPERATURA

DESCRIÇÃO DO PROJETO

O projeto TO2 pretende desenvolver um novo sistema de medição integrada e sem contacto do nível de saturação de oxigénio e da temperatura corporal, com o objetivo de identificar potenciais infetados COVID-19, permitindo atuar mais cedo e diminuir risco em locais com maior potencial de transmissão comunitária.

Designação Projetos de I&DT Empresas em co-promoção – COVID-19
Código do projeto 67313
Objetivo principal Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação
Região de intervenção Centro
Entidades beneficiárias RI-TE Radiation Imaging Technologies, Lda (líder)
Universidade de Aveiro
Universidade de Coimbra
Exatronic, Lda
Data de aprovação 18-08-2020
Data de início 13-08-2020
Data de conclusão 12-06-2021
Investimento total elegível 476.565,92€
Apoio financeiro da UE (FEDER) 456.624,59€
Entidade financiadora ANI - Agência Nacional de Inovação, S.A.

Síntese

Doentes com COVID-19 têm apresentado níveis perigosamente baixos de oxigenação sanguínea sem manifestar os sintomas expectáveis para tais níveis, um achado surpreendente denominado de hipóxia silenciosa. No entanto, a insuficiente oxigenação tem consequências nefastas em todos os órgãos e a sua identificação tardia está associada a pior prognóstico da doença. O projeto TO2 pretende desenvolver e integrar sensores em postos portáteis para medição sem contacto de parâmetros fisiológicos indicadores da COVID-19, nomeadamente o nível de saturação de oxigénio (SpO2) diminuído e a temperatura corporal elevada, em locais de acesso a maiores concentrações de pessoas, particularmente aqueles em que é mais difícil assegurar o cumprimento rigoroso das recomendações sanitárias ou de distanciamento social, como por exemplo transportes públicos, aeroportos, escolas, empresas, centros comerciais, conferências, eventos, espetáculos, e mesmo hospitais (triagens), entre outros. Desta forma, será possível identificar precocemente potenciais infetados com COVID-19 e atuar mais cedo, diminuindo o risco de transmissão comunitária do novo coronavírus e melhorando a eficácia dos tratamentos. Além disso, a medição sem contacto, aliada ao cumprimento das normas sanitárias das entidades competentes, previne possíveis contágios indiretos através do próprio dispositivo.

Consórcio

Card image cap

Startup dedicada à investigação e desenvolvimento no domínio da instrumentação nuclear para deteção e imagiologia de radiação.

Card image cap

Departamentos de Física (Lab. de Deteção de Radiação e Imagiologia Médica), Eng. Eletrónica e Informática (IEETA/DETI) e Comunicação e Arte.

Card image cap

Empresa especializada em inovação e investigação, engenharia e produção de eletrónica.

Parceiros

Card image cap

Hospital Infante D. Pedro (Aveiro).

Card image cap

Instituto de Instrumentação para Imagem Molecular da Universidade Politécnica de Valência.
https://www.i3m.upv.es

Card image cap

Empresa com experiência no desenvolvimento de aplicações e dispositivos médicos, em particular para controlo de doenças crónicas como a diabetes.
https://insulclock.com/